Termo de Referencia



Yüklə 10.01 Kb.
tarix28.10.2017
ölçüsü10.01 Kb.

Termo de Referencia

COORDENADOR TÉCNICO DE PROJETO E EXPERTO NACIONAL EM GESTÃO SUSTENTÁVEL DOS RECURSOS FLORESTAIS DA CAATINGA (COORDENADOR TÉCNICO DO COMPONENTE 2)

Sob a supervisão geral do Representante da FAO no Brasil, do Diretor Nacional do Projeto (NPD) e do Diretor Técnico Líder da FAO (LTO) e em estreita coordenação com o Chefe da Unidade de Programas da FAO Brasil e o Project Task Manager do GEF (PTM ) na FAO Brasil, o Coordenador Técnico do Projeto (CTP) será responsável por liderar, supervisionar e coordenar todas as atividades voltadas à implementação bem-sucedida dos quatro componentes técnicos do REDESER, assim como, pela a execução orçamentária, pelo gerenciamento de equipe e pela manutenção das relações institucionais com os parceiros do projeto. O CTP será responsável pelo planejamento global e anual, pela preparação de contratos e acordos com organizações e consultores, pela supervisão técnica dos membros e conselheiros da Unidade de Execução do Projeto (UEP) e pela gestão diária do projeto.

Responsabilidades principais

i. Dirigir a execução das atividades técnicas e administrativas do projeto, em cooperação com os Coordenadores de Componentes do Projeto (CCPs) dos Componentes 1, 3 e 4, sob a supervisão técnica do LTO no Escritório Sede da FAO.

ii. Coordenar e participar do workshop de lançamento e das oficinas de planejamento com as partes interessadas locais e com os parceiros do projeto para a preparação do (s) Plano (s) de Trabalho Anual e Orçamento (s).

iii. Fornecer assistência técnica e orientar os parceiros do projeto na implementação de atividades relacionadas ao projeto.

iv. Realizar periodicamente visitas de supervisão no terreno e aconselhar o pessoal técnico dos parceiros do projeto.

v. Coordenação permanente e comunicação com os parceiros do projeto responsáveis pelas atividades do projeto.

vi. Monitorar os riscos, de acordo com a matriz de risco (ver APÊNDICE 4) e garantir a implementação de medidas de mitigação.

vii. Assegurar que a abordagem de Manejo Florestal Sustentável (SFM) seja aplicada ao longo da implementação dos componentes 2, 3 e 4 do projeto.

viii. Preparar os Relatórios de Progresso do Projeto (PPRs) e o Relatório Final (TR) em coordenação com a equipe do projeto e submetê-los para consideração e revisão do LTO, do Comitê Diretor do Projeto e da Força-Tarefa do Projeto.

ix. Elaborar um rascunho da Revisão Anual de Implementação do Projeto (PIR) a ser finalizado pelo LTO e aprovado pelo Comité Diretor e pelo Representante da FAO no Brasil e submetido à Unidade de Coordenação FAO / GEF.

x. Aconselhar os parceiros do projeto na preparação de relatórios sobre o co-financiamento em espécie e em numerário fornecidos pelos co-financiadores e outros parceiros que não estavam previstos no Documento do Projeto.

xi. Em consulta com o Comité Diretor, o Gabinete de Avaliação da FAO, o LTO e a Unidade de Coordenação FAO-GEF ajudar a organizar as avaliações de meio termo e final.

xii. Coordenar a revisão e aprovação dos termos de referência e especificações técnicas, a fim de proceder aos contratos correspondentes.

xiii. Coordenar planos de trabalho com os consultores contratados para implementar o projeto.

xiv. Organizar e servir como Secretário para as reuniões do Comité Diretor e da Unidade de Gerenciamento de Projetos (UGM).

xv. Tomar as providências necessárias para facilitar - por meio de acordos e parcerias interagências com órgãos governamentais locais ou nacionais, bem como com o setor privado - o desenvolvimento do projeto e a obtenção de seus resultados.

xvi. Conduzir, em cooperação com os CCPs, inventários dos contratos acordados para a implementação das atividades do projeto.

xvii. Assegurar a conformidade técnica com o objetivo, os resultados e os produtos do projeto e seguir o plano de monitoramento e avaliação preparado pelo especialista em M & A.

xviii. Coordenar a implementação da estratégia de comunicação do projeto e as atividades de fortalecimento institucional.

Perfil profissional exigido

• Profissional com título avançado nas disciplinas agrícolas, florestais ou ambientais.

• Pelo menos 8 anos de experiência na gestão de projetos de desenvolvimento rural com foco na gestão sustentável de recursos naturais, manejo florestal sustentável, desenvolvimento territorial e trabalho com comunidades rurais.

• Mínimo de três anos de experiência na coordenação de projetos de desenvolvimento ou componentes financiados por organizações internacionais.

• Experiência na coordenação de equipes multidisciplinares.

• Conhecimento e experiência em gestão baseada em resultados, desenvolvimento e implementação de orçamentos, elaboração de relatórios técnicos e financeiros e monitoramento e avaliação.

• Capacidade de preparar relatórios concisos de acordo com as normas das Nações Unidas.

• Conhecimento e uso de ferramentas de planejamento participativo.

• Conhecimento extensivo da realidade socioeconômica das áreas rurais, extrativistas e indígenas brasileiras e dos problemas de igualdade de gênero.

• Experiência em projetos de manejo florestal de base comunitária, tecnologia de produção sustentável e tecnologias sociais no Bioma Caatinga, junto a povos e comunidades tradicionais e agricultores familiares do semiárido.

• Capacidade comprovada de liderar uma equipe e capacidade de trabalho em equipe.

• Excelentes habilidades orais e escritas.

• Elementos desejáveis a serem pontuados:

a) Experiência na gestão de projetos do Global Environment Facility (GEF) da FAO

b) conhecimento na Caatinga/Semiárido,

c) Conhecimento das problemáticas de gênero, juventude, raça-etnia



d) Experiência na implementação e avaliação de projetos da FAO

Idiomas: Conhecimentos avançados de português e inglês. Desejável o conhecimento de espanhol.

Duração: 48 meses.

Local de trabalho: INSA (Campina Grande, PB)

Dostları ilə paylaş:


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©muhaz.org 2017
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə