1 Luiz Fernandes de Oliveira



Yüklə 2,47 Mb.
səhifə1/46
tarix18.01.2019
ölçüsü2,47 Mb.
#100587
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   46

1

Luiz Fernandes de Oliveira

Graduado em Sociologia pela Universidade "La Sapienza" de Roma, Itália

Mestre em Ciências Sociais pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ

Doutor em Educação pela Pontifícia Universidade Católica - PUC-RJ

Professor de Ensino de Ciências Sociais na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), atuando na Licenciatura de Educação do Campo.

Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação, Contextos Contemporâneos e Demandas Populares - PPGEDUC da UFRRJ.

Lecionou Sociologia no Ensino Médio da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro - FAETEC

Lecionou nos anos iniciais do Ensino Fundamental do Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira - Cap-UERJ

Lecionou Sociologia no Ensino Médio da Prefeitura de Macaé-RJ

Ricardo Cesar Rocha da Costa

Graduado em Ciências Sociais (Licenciatura e Bacharelado) pela Universidade Federal Fluminense - UFF

Mestre em Ciência Política pela Universidade Federal Fluminense - UFF

Doutorando em Serviço Social (Política Social e Trabalho) pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ

Professor do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Histórias e Culturas Africanas e Afro-brasileiras - IFRJ

Professor de Sociologia no Ensino Médio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - IFRJ

Lecionou Sociologia no Ensino Médio da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro - FAETEC

Lecionou Sociologia no Ensino Médio na Rede da Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro - SEEDUC/RJ

Lecionou Sociologia no Ensino Médio da Prefeitura de Macaé-RJ

SOCIOLOGIA PARA JOVENS DO SÉCULO XXI



SOCIOLOGIA

Ensino Médio / volume único

4ª edição

Reformulada e Ampliada

Rio de Janeiro - 2016



2

VISITE NOSSO SITE:



www.imperiallivros.com.br

IMPERIAL NOVO MILÊNIO GRÁFICA E EDITORA LTDA.

Rua Sá Freire, 36 parte - São Cristóvão CEP 20930-430 - RJ - Brasil

Tel. (21) 25 80-11 68 Fax (21) 38 60-22 85 imperial@imperiallivros.com.br



DIRETORIA EXECUTIVA: Susi Sertã

COORDENAÇÃO EDITORIAL: Hamilton Tadeu dos Santos

PRODUÇÃO EDITORIAL: Nádia Megale, Susi Sertã

PESQUISA DE IMAGENS: Luiz Fernandes de Oliveira, Ricardo Costa

REVISÃO TÉCNICA: Alexandre Bortolini, Ana Claudia Cruz da Silva, Andréa Osório, Flávio Sarandy, Katia Antunes Zephiro, Kelly Russo, Mariana Mello Souto Maior, Marize Pinto, Norielem de Jesus Martins

DESIGN INSTRUCIONAL: Cláudio TadashI dos Prazeres Oshiro, Flávio Sarandy (coord.), Igor Adolfo Assaf Mendes, Leôncio Caetano da Farias, Lucas Loureiro Leite, Roniel Sampaio da Silva

DIREÇÃO DE ARTE E CAPA: Vanderlei Sadrack

EDITORAÇÃO ELETRÔNICA: ArtePlusBrasil

CONTROLE DE PROCESSOS EDITORIAIS: Iraci Lorenzon

Copyright © Luiz Fernandes de Oliveira e Ricardo Cesar Rocha da Costa, 2010.

Os conteúdos apresentados nesta obra são de responsabilidade exclusiva dos autores.

CIP - Brasil. Catalogação-na-fonte

Sindicato Nacional dos Editores de Livros, RJ.

O48s Oliveira, Luiz Fernandes de, 1968-

4ª ed. Sociologia para jovens do século XXI, Luiz Fernandes de Oliveira e Ricardo Cesar Rocha da Costa. - 4ª ed. - Rio de Janeiro : Imperial Novo Milênio, 2016.

400p. : il. ; 28 cm.

Inclui bibliografia e índice

ISBN: 978-85-8340-013-4

1. Sociologia - Estudo e ensino (Ensino Médio). I. Costa, Ricardo Cesar Rocha da, II. Título.

16-33105


CDD - 301

CDU - 316

Todos os direitos reservados e protegidos por Imperial Novo Milênio Gráfica e Editora Ltda., pela Lei 9.610 de 19/02/1998. Proibida a reprodução parcial ou integral por quaisquer meios mecânicos, xerográficos, fotográficos etc., sem a permissão por escrito da editora.

3

APRESENTAÇÃO

Certa vez, um grande sociólogo francês, chamado Pierre Bourdieu, disse que a Sociologia é "um esporte de combate". Como assim? Ele era um intelectual que gostava de debater suas ideias, sempre pronto para defendê-las em meio a diferentes públicos. A ideia de "esporte de combate" significava, para Bourdieu, que a Sociologia deveria fazer com que as pessoas entendessem as origens das desigualdades e das violências de diversos tipos. Mas isto não bastava: devia-se reagir, buscando uma saída.

Este livro de Sociologia está imbuído desse espírito. Abrir um diálogo com um grande público - os jovens brasileiros do século XXI - e buscar outra visão além do que chamamos de senso comum, ou seja, precisamos compreender e superar as ideias que se baseiam na aparência das coisas, sem uma reflexão mais apurada.

Para nós, os autores, a Sociologia tem como princípio dar conta de duas tarefas que julgamos fundamentais: problematizar as opiniões que predominam no cotidiano e, ao mesmo tempo, desnaturalizar a realidade social. Isto significa que as ideias sobre a vida social dos indivíduos devem ser pensadas a partir de um estudo criterioso, com base científica. Todos nós, em geral, temos as opiniões mais diversas, sobre as relações entre as pessoas, as instituições, a cultura, a economia, a política etc. Mas será que somente as opiniões das pessoas, sem um estudo minimamente criterioso, refletem a realidade da vida social? Como dizia o poeta e dramaturgo alemão Bertold Brecht: "nada deve parecer natural".

Este livro apresenta diversos temas, conceitos e teorias estudados e pesquisados pela Sociologia. Queremos apresentar aos jovens conteúdos que construam um saber crítico, dinâmico e problematizador das noções do senso comum. Crítico, porque visa a inserção consciente dos jovens no mundo à sua volta; dinâmico, por incentivar a participação política e social consciente na realidade social brasileira; e, por fim, problematizador, por questionar os discursos naturalizadores de uma realidade social marcada por profundos problemas éticos, sociais e econômicos.

Mas este livro não trabalha só com a Sociologia enquanto ciência, pois a vida em sociedade é influenciada também pela compreensão de ideias e fatos estudados por várias áreas do conhecimento. Por isso, dialogamos sempre com outras disciplinas, com o objetivo de entendermos melhor os diversos temas abordados.

Os capítulos do livro começam com a apresentação de fatos e ideias da vida cotidiana. Os conceitos sociológicos são introduzidos e aprofundados a partir de uma problematização inicial de como esses fatos e ideias são formulados no nível do senso comum. São também utilizados tabelas, gráficos, mapas, ilustrações e imagens que estimulam uma reflexão crítica do estudante sobre os temas discutidos. Ao final de cada capítulo, são listadas questões que possam sintetizar e sistematizar o assunto em debate, propostas de dinâmica para o trabalho em sala de aula, propostas de pesquisas e de outras leituras de livros, uma filmografia, uma relação de sites e a indicação de letras de músicas. Uma inovação que apresentamos nesta edição é a indicação de jogos que possam contribuir para a reflexão sobre o tema desenvolvido.

Os conteúdos do livro têm como base as principais elaborações teóricas da Sociologia contemporânea, desde os autores considerados fundadores da disciplina até os nacionais e internacionais da atualidade.

Desejamos construir com vocês, professor(a) e estudante, uma profunda e longa parceria, tendo como ponto de partida as discussões que apresentamos e propomos desenvolver neste livro, referentes às várias questões da realidade social que nos cerca.

Os autores

4

SUMÁRIO

UNIDADE 1 - Sociologia e Conhecimento Sociológico



CAPÍTULO 1 - Sociologia: dialogando com você, p. 8

Ciências Sociais e Ciências da Natureza, p. 9

E quando alguns adultos dizem que os jovens não se interessam por essas discussões?, p. 12

Vamos tirar algumas dúvidas? O senso comum e a Sociologia, p. 13

Interdisciplinaridade, p. 15

Interatividade, p. 16

Aprendendo com jogos, p. 18

CAPÍTULO 2 - "Quem sabe faz a hora e não espera acontecer?" A socialização dos indivíduos, p. 19

A Sociologia como ciência da sociedade, p. 21

É necessário mudar o mundo, p. 24

A sociedade está na cabeça de cada pessoa, p. 26

Só fazemos o que faz sentido, p. 29

A socialização e você, p. 30

Interdisciplinaridade, p. 33

Interatividade, p. 34

Aprendendo com jogos, p. 36

CAPÍTULO 3 - "O que se vê mais, o jogo ou o jogador?" Indivíduos e Instituições Sociais, p. 37

Definindo os termos da conversa, p. 38

Papai, mamãe, titia e os outros, p. 40

Meus colegas, minha turma, meus professores, p. 41

Meu padre, meu pastor, minha mãe de santo, os adeptos..., p. 44

O político, o juiz, o funcionário e o povo..., p. 45

As empresas, as associações e o esporte, p. 49

Interdisciplinaridade, p. 50

Interatividade, p. 51

Aprendendo com jogos, p. 53



CAPÍTULO 4 - "Torre de Babel": culturas e sociedades

Cultura no senso comum, p. 54

Cultura como representação da realidade, p. 55

Cultura e o significado antropológico, p. 57

A Babel da cultura, p. 59

Interdisciplinaridade, p. 61

Interatividade, p. 62

Aprendendo com jogos, p. 64



CAPÍTULO 5 - "Sejam realistas: exijam o impossível!" Identidades sociais e culturais, p. 65

Identidade: o que é?, p. 66

1968: os jovens comandam uma revolução política e social, p. 66

Identidade no debate da Sociologia, p. 68

Identidades sociais ontem e hoje, p. 70

Voltando aos jovens: quais são as suas identidades?, p. 71

Existe uma identidade brasileira?, p. 73

Interdisciplinaridade, p. 74

Interatividade, p. 75

Aprendendo com jogos, p. 77



CAPÍTULO 6 - "Ser diferente é normal": as diferenças sociais e culturais, p. 78

Ser diferente é normal, p. 79

O etnocentrismo, p. 80

As trocas e os diálogos culturais, p. 82

Interdisciplinaridade, p. 84

Interatividade, p. 85

Aprendendo com jogos, p. 87

Capítulo 7 - "A matrix está em toda parte...": ideologia e visões de mundo, p. 88

O que será que anda na cabeça de nossa gente?, p. 88

Na escola todos falam a mesma língua?, p. 91

A matrix nossa de cada dia, p. 93

Interdisciplinaridade, p. 96

Interatividade, p. 97

Aprendendo com jogos, p. 99

CAPÍTULO 8 - "Ganhava a vida com muito suor e mesmo assim não podia ser pior." O trabalho e as desigualdades sociais na História das sociedades, p. 100

Escravidão no Século XXI?, p. 100

Nem sempre tivemos fábricas, salários, Facebook, futebol e..., p. 102

Mas eu não entendo nada de economia..., p. 102

O trabalho e as desigualdades sociais através da História da humanidade, p. 103

A organização dos homens em sociedade através da História, p. 106

O trabalho e as desigualdades: estratificação social e mobilidade social, p. 109

Interdisciplinaridade, p. 114

Interatividade, p. 115

Aprendendo com jogos, p. 117

UNIDADE 2 - Trabalho, Política e Sociedade

CAPÍTULO 9 - "Tudo que é sólido se desmancha no ar": capitalismo e barbárie, p. 119

E a humanidade inventa o capitalismo..., p. 119

Acumulando capital e revolucionando a indústria, p. 121

Concorrência e monopólio, p. 123

A crise: superprodução de mercadorias e imperialismo, p. 125

Competição capitalista e barbárie humana, p. 126



5

Uma alternativa ao capitalismo, p. 127

Mas, o que é realmente o socialismo?, p. 127

Tentaram, mas não conseguiram!, p. 130

Interdisciplinaridade, p. 133

Interatividade, p. 134

Aprendendo com jogos, p. 136

CAPÍTULO 10 - "Todo mundo come no Mc Donald's e compartilha no Facebook?" Globalização e neoliberalismo, p. 137

O que é um mundo globalizado e neoliberal?, p. 138

Neoliberalismo: liberdade ilimitada para os mercados e os lucros?, p. 141

Como vão a globalização e o neoliberalismo neste século XXI?, p. 144

Interdisciplinaridade, p. 147

Interatividade, p. 148

Aprendendo com jogos, p. 150

CAPÍTULO 11 - "Um novo fast food para você": o mundo do trabalho e a educação, p. 151

Seremos todos flexíveis, terceirizados e produtivos?, p. 151

A crise econômica da década de 1970, p. 152

A nova moda econômica: acumular capital de forma flexível, p. 154

Enfim, a moda pega. E o futuro como fica?, p. 159

Um novo fast food para você..., p. 161

Interdisciplinaridade, p. 163

Interatividade, p. 164

Aprendendo com jogos, p. 166

CAPÍTULO 12 - "O mercado exclui como o gás carbônico polui": capital, desenvolvimento econômico e a questão ambiental, p. 167

Entendendo as causas do aquecimento global, p. 168

O surgimento da Sociologia Ambiental, p. 170

Capital, desenvolvimento econômico e a questão ambiental, p. 173

Interdisciplinaridade, p. 176

Interatividade, p. 177

Aprendendo com jogos, p. 179

CAPÍTULO 13 - "É de papel ou é pra valer?" Cidadania e direitos no mundo e no Brasil contemporâneo, p. 180

Uma breve história da cidadania, p. 180

Direitos civis, políticos e sociais, p. 183

Cidadania, socialismo e minorias, p. 184

Cidadania, capitalismo e desigualdades sociais, p. 185

A cidadania no Brasil: uma "corrida de obstáculos", p. 186

Direitos e cidadania sob "fogo cerrado", p. 188

Direitos e cidadania no Brasil de hoje, p. 190

Interdisciplinaridade, p. 192

Interatividade, p. 193

Aprendendo com jogos, p. 195

CAPÍTULO 14 - "O Estado sou eu." Estado e Democracia, p. 196

E onde fica a democracia nesta história?, p. 201

Afinal, o que é mesmo democracia?, p. 202

A ascensão da democracia liberal, p. 204

Mas, o que significa a democracia participativa?, p. 205

O que é a democracia representativa num mundo neoliberal? A História política recente do Brasil como exemplo, p. 207

Interdisciplinaridade, p. 212

Interatividade, p. 213

Aprendendo com jogos, p. 215

CAPÍTULO 15 - "Não é só pelos R$ 0,20 centavos?" Movimentos sociais ontem e hoje, p. 216

Definindo e caracterizando os movimentos sociais, p. 217

Movimentos sociais e revolução socialista, p. 219

Movimentos sociais no Brasil contemporâneo, p. 219

O surgimento dos novos movimentos sociais, p. 221

Movimentos sociais no século XXI, p. 224

Interdisciplinaridade, p. 225

Interatividade, p. 226

Aprendendo com jogos, p. 228

CAPÍTULO 16 - "Na telinha da sua casa, você é cidadão?" O papel da mídia no capitalismo globalizado, p. 229

Uma revolução que não para..., p. 230

A opinião dos especialistas, p. 231

Mudanças de hábitos e de relações sociais, p. 234

Um grande irmão que não é de carne e osso: "Big Brother Brasil", p. 235

As mídias e as salas de aula no século XXI, p. 236

A globalização e o mercado dos grandes negócios, p. 239

Interdisciplinaridade, p. 241

Interatividade, p. 242

Aprendendo com jogos, p. 244

UNIDADE 3 - Relações Sociais Contemporâneas

CAPÍTULO 17 - "Espaços de dor e de esperança." A questão urbana, p. 246

Origem e desenvolvimento das cidades e da urbanização, p. 248

A cidade contemporânea como espaço de segregação socioespacial, p. 251

Mas, o que são mesmo as favelas, que insistimos em descrever?, p. 254

As cidades dos grandes eventos, p. 256

Caminhamos para uma cidade pós-industrial ou para uma cidade mais democrática? Como serão as cidades do futuro?, p. 258

Interdisciplinaridade, p. 260

Interatividade, p. 261

Aprendendo com jogos, p. 263

6

CAPÍTULO 18 - "Ocupar, resistir, produzir." A questão da terra no Brasil, p. 264

Questão de terra ou questão de gente?, p. 265

Mas os trabalhadores do campo aos poucos se organizam..., p. 267

Terra para quem nela trabalha: os trabalhadores sem-terra retomam a sua luta histórica..., p. 269

A Sociologia e a questão da terra no Brasil, p. 273

Interdisciplinaridade, p. 275

Interatividade, p. 276

Aprendendo com jogos, p. 278



CAPÍTULO 19 - "Chegou o caveirão!" E agora? Violência e desigualdades sociais, p. 279

A Sociologia da Violência, p. 281

Me pedem para comprar, mas não posso... Me pedem para trabalhar, mas não consigo..., p. 285

E ainda sou culpado por tudo..., p. 290

Drogas: brancos que produzem, brancos que consomem... negros que consomem e morrem..., p. 291

Interdisciplinaridade, p. 300

Interatividade, p. 301

Aprendendo com jogos, p. 303



CAPÍTULO 20 - "A gente não quer só comida..." Religiosidade e juventude no século XXI, p. 304

Entre o crer e o saber, p. 305

O que tem a ver a Sociologia com a religião?, p. 306

As religiões no Brasil, p. 307

Coisas de brasileiro! O fenômeno do sincretismo no Brasil e no mundo, p. 312

A sociedade, seus problemas e a religiosidade, p. 313

Religiosidade, juventude e o novo milênio, p. 314

Interdisciplinaridade, p. 317

Interatividade, p. 318

Aprendendo com jogos, p. 320



CAPÍTULO 21 - "Onde você esconde seu racismo?" Desnaturalizando as desigualdades raciais, p. 321

O que é realmente o racismo?, p. 322

Uma história invisível, p. 323

Qual é a cor do Brasil?, p. 325

Interdisciplinaridade, p. 334

Interatividade, p. 335

Aprendendo com jogos, p. 337

CAPÍTULO 22 - "Lugar de mulher é onde ela quiser?" Relações de gênero e dominação masculina no mundo de hoje, p. 338

Sexo, gênero e poder, p. 339

Gêneros e transgêneros: o que mudou e o que não mudou no século XX, p. 340

O transfeminismo e as "vadias", p. 349

Violência de gênero e legislação brasileira, p. 351

Por que é importante estudar e pesquisar sobre as mulheres?, p. 352

Interdisciplinaridade, p. 354

Interatividade, p. 355

Aprendendo com jogos, p. 358

CAPÍTULO 23 - "Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é. "Debatendo a diversidade sexual e de gênero, p. 359

Sexo e gênero, p. 361

Identidade de gênero, p. 361

Orientação sexual, p. 362

Transfobia e homofobia, p. 363

Identidade de gênero e orientação sexual através dos tempos e das culturas, p. 365

Movimento social, p. 366

Interdisciplinaridade, p. 371

Interatividade, p. 372

Aprendendo com jogos, p. 374



CAPÍTULO 24 - "Tudo se chama nuvem, Tudo se chama rio": nossos ancestrais, primeiros habitantes do Brasil, p. 375

"Nos deram espelhos, e vimos um mundo doente", p. 377

Ninguém conta essa história: que história?, p. 381

As línguas faladas pelos povos indígenas, p. 382

Conhecimentos medicinais indígenas, p. 383

"Quem me dera ao menos uma vez explicar o que ninguém consegue entender, p. 385

Interdisciplinaridade, p. 388

Interatividade, p. 389

Aprendendo com jogos, p. 391

Referências, p. 392



7

UNIDADE 1 - Sociedade e Conhecimento Sociológico



Por que estudar Sociologia? Por que ela é importante? De que forma o conhecimento sociológico pode contribuir para a nossa vida? Estas dão apenas algumas, dentre as diversas perguntas que nos preocupamos em responder nesta primeira Unidade, que apresenta os principais conceitos e pensadores da nossa disciplina.

8

Capítulo 1 - Sociologia: dialogando com você

Boxe complementar:

Um professor de Sociologia ouviu o seguinte diálogo entre dois estudantes, no primeiro dia de aula do primeiro ano do Ensino Médio:

- João, você viu as matérias desse ano?

- Vi, Fabinho. Algumas são fáceis, já conhecemos: História, Geografia, Literatura, Artes, Educação Física, Biologia...

- Então, João, vamos nos dar bem, mas tem uma aqui, que é estranha, chamada Sociologia. Você sabe o que é isso?

- Não, mas a Fafá, que está no terceiro ano, disse que isto aí estuda tudo que a gente já sabe.

- Como assim?

- Ela disse que o professor fala de violência, de racismo, de religião, de cultura e outras coisas. Mas, também que a Sociologia estuda o que já vimos em Geografia e em História, como globalização, capitalismo, estado, democracia etc.

- Então, vai ser muito fácil, João! É só a gente dar opiniões sobre as coisas da vida que o professor nos dá dez.

O professor ouviu este diálogo sem querer, pois os estudantes estavam conversando animadamente e não perceberam a sua presença. Nesse dia, ele iria dar aula exatamente na turma de João e Fabinho. E quando entrou na sala de aula, não teve dúvidas: começou um bate-papo com os estudantes sobre "as coisas da vida". Levantando questões como: será que os desempregados são os próprios culpados por não conseguirem trabalhar? Todos os jovens têm as mesmas oportunidades para ingressar no mundo do trabalho? Qual a influência da religiosidade na sociedade? Ou será que, quando pensamos na religião que professamos, entendemos que se trata de um assunto "íntimo" - que faz parte somente de nossa vida privada? E muitas outras perguntas sobre "as coisas da vida" que fizeram com que João e Fabinho pensassem:

- Isso não vai ser fácil, não!!! A gente pensou que era tudo óbvio, mas o professor "tá" nos mostrando que a vida em sociedade precisa ser mais estudada.

Fim do complemento.

E você, surpreende-se logo no início do ano letivo com esta disciplina chamada Sociologia? E se pergunta também: que "matéria" é essa? Para que serve? Afinal, por que devemos estudar essa disciplina?

De fato, acompanhando a curiosidade em torno do que deve significar uma disciplina chamada "Sociologia", oferecida no Ensino Médio, no primeiro contato com o professor, uma parte dos estudantes, mesmo sem conhecer os temas e a forma como eles serão tratados, já começa a imaginá-la como uma disciplina "estranha" e que "não tem nada a ver", mesmo avaliando que o professor pareça ser um cara "legal".

Na verdade, essas dificuldades iniciais têm várias razões. Uma delas é o próprio fato de vivermos numa sociedade altamente tecnologizada, em que se exige tanto ao jovem como aos adultos uma utilidade prática nos conhecimentos adquiridos em todas as disciplinas ministradas no Ensino Médio.

9

LEGENDA: Hoje, no Brasil, estuda-se Sociologia nos três anos do Ensino Médio. Na foto, estudantes do Ensino Médio do Colégio de Aplicação da UERJ, em 2011, desenvolvendo um trabalho em equipe.

FONTE: Ricardo Cassiano/Folhapress

O mundo atual, automatizado, computadorizado, em crise de emprego, exige conhecimentos práticos que nos deem agilidade, que nos ajudem a encontrar mais rápido alguma forma de "ganhar a vida", sem "perder tempo" em divagações filosóficas ou políticas. Enfim, precisamos de conhecimentos práticos para demonstrar competência no mercado de trabalho.

Ora, quando desenvolvemos esse raciocínio, estamos fazendo, certamente, uma análise social de nosso convívio com outras pessoas e isto é uma forma de reflexão sociológica.

Mas vamos logo iniciar essa nossa longa caminhada e tratar de esclarecer o que é a Sociologia, qual seu objeto de estudo e sua importância no Ensino Médio.

Antes de dizermos o que essa nova disciplina significa, já adiantamos que a Sociologia não é o estudo do homem e seu meio; para isso temos a Geografia. Não é o estudo da história dos homens e das sociedades; para isso temos a História propriamente dita. Essas duas disciplinas já são conhecidas pelos estudantes desde o Ensino Fundamental. Mas eis que surge a Sociologia que, de certa forma, utiliza os conhecimentos geográficos e históricos para explicar o comportamento humano em sociedade. Aliás, como veremos, a Geografia e a História se alimentam dos conhecimentos sociológicos para explicar muitos fenômenos pertinentes ao espaço geográfico e aos acontecimentos históricos.



Yüklə 2,47 Mb.

Dostları ilə paylaş:
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   46




Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©muhaz.org 2022
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə