Projeto para Mestrado na área de Genotoxicidade Ambiental Biomarcadores Tema do projeto



Yüklə 8.94 Kb.
tarix03.08.2018
ölçüsü8.94 Kb.



Projeto para Mestrado na área de Genotoxicidade Ambiental - Biomarcadores
Tema do projeto

Biomonitorização humana: desenvolvimento de biomarcadores de genotoxicidade de elevado rendimento


Identificação do orientador

Henriqueta Louro (henriqueta.louro@insa.min-saude.pt)

Doutorada em Saúde Pública

Técnica Superior de Saúde, ramo de Genética,

Unidade de Investigação e Desenvolvimento do Departamento de Genética Humana
Co-orientador

Maria João Silva, Investigadora Auxiliar, Responsável pelo Grupo de Toxicologia Genética


Resumo do projeto

A exposição humana a químicos presentes no meio ambiente ou em produtos de consumo e utilização humana tem crescido com o desenvolvimento industrial, constituindo já uma realidade inevitável. Muitos desses químicos poderão constituir um risco para a saúde quando os níveis de exposição humana se tornam significativos. Embora existam muitos estudos procurando analisar os níveis de exposição a diversos químicos identificados como perigosos (e.g. ftalatos, bisfenois, hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, misturas de químicos, etc), são escassos os estudos de biomonitorização humana (CDC, 2009) que permitam a determinação da exposição a químicos através da análise de biomarcadores de exposição ou dos seus efeitos nos fluidos corporais. Recentemente iniciou-se o projecto European Human Biomonitoring Initiative (HBM4EU) que procura preencher a lacuna de conhecimento entre a exposição a agentes perigosos e os seus impactos na saúde humana.


Neste contexto, pretende-se no Projeto para Mestrado desenvolver e validar novas metodologias de elevado rendimento (e.g. baseadas em citometria de fluxo, sistemas automáticos de análise de imagem ou sequenciação de nova geração) que permitam facilitar a análise de biomarcadores de efeito precoce, especificamente, de efeitos genotóxicos. Estas metodologias serão relacionadas com as abordagens convencionais, contribuindo para a sua validação, e envolvem testes de citotoxicidade e ensaios de genotoxicidade - ensaio do cometa em meio alcalino ensaio do micronúcleo - que permitirão quantificar, respetivamente, quebras na cadeia de DNA e eventos de quebra/perda cromossómica em linhas celulares (Tice e tal., 2000; Fenech e tal., 2003).

Referências:

-CDC (2009). Fourth National Report on Human Exposure to Environmental Chemicals. Atlanta, GA: Centers for Disease Control and Prevention.

-Fenech M, Bonassi S, […] Silva MJ, Sofuni T, Surralles J, Trenta G, Vorobtsova I, Vral A, Zijno A (2003). Intra- and inter-laboratory variation in the scoring of micronuclei and nucleoplasmic bridges in binucleated human lymphocytes. Results of an international slide-scoring exercise by the HUMN project. Mutat. Res., 534: 45-64.

-Tice RR, Agurell E, Anderson D, et al (2000) Single Cell Gel/Comet Assay: Guidelines for In Vitro and In Vivo Genetic Toxicology Testing. Environ Mol Mutagen, 35: 206.
Duração aproximada

12 meses
Local de realização



Grupo de Toxicologia Genética, Unidade de Investigação e Desenvolvimento, Departamento de Genética, Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, Av. Padre Cruz, 1649-016 Lisboa.

Dostları ilə paylaş:


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©muhaz.org 2017
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə